terça-feira, 19 de fevereiro de 2019

A Cinderala Mudou de Ideia

A Cinderela tinha tanta, tanta vontade de ir a festa...
                                                                                  que finalmente conseguiu.

      Na historia que conheci, Cinderela quer ir a festa pelo evento em si. O príncipe que traz o sapatinho de cristal e com quem ela se casa, não é o personagem principal, mas é o objetivo desta.  Explicando: o homem é o prêmio. O fato de ser príncipe e bonito (todos os príncipes das histórias são bonitos) é só um reforço, uma camada de gliter para dar brilho. O príncipe é a recompensa pelos mal tratos que a sofria. Casar era um objetivo. "minhas irmãs e madrasta me exploraram, maltrataram humilharam, mas quem conseguiu casar fui eu. 

     Eu venci". Seria esse o enredo? Sim.
    Lamentavelmente, ainda vejo o príncipe reinando na busca por um casamento, salvador/libertador/ redentor.  O comportamento "eu venci" da Cinderela, ainda faz muitas mulheres olharem de cima para baixo as demais. Ele, o príncipe, passa imediatamente a ser o parâmetro na/da vida da Cinderela: as ideias, os interesses (de toda sorte) gestuais, vocabulário até são completamente assimilados pela Cinderela que passa a ver e julgar as demais pessoas, mulheres principalmente, a partir de seu encantado.  
   O sapatinho de cristal, ah que lindo sapatinho...  que foi o meio de ganhar o príncipe, precisa continuar cabendo no pezinho.  Precisa continuar impedindo a vontade de ficar quieta sem ter de ir buscar uma cerveja na geladeira, exige que não tenha maior escolaridade... Ah esse sapatinho de cristal tão lindo!  Precisa continuar cabendo no pé, porque o encantado nem exige (?) mas a Cinderela assimilou que tem de absolutamente tudo pra se manter como pede o figurino do casamento, da rua, do trabalho, das amigas... 
      Ah sapatinho belo porém cruel. 
     Ah se existisse a fada madrinha, pra novamente salvar a Cinderela!  Acontece que a fada, essa sim, existe e é realmente amiga. Vive bem pertinho e sim, pode ajudar imensamente.  Aliás só a fada pode ajudar você Cinderela nova, idosa, homem, adolescente... 
As autoras Nunila López Salamero e Myriam Cameros Sierra do divertido e franco A Cinderela Mudou de Ideia, trazem a vida real de todos nós.  Mas aponta um caminho. O leitor pode encontrar em si mesmo a fada madrinha. Convido à leitura e consequente reflexão.  
     Aguardo seu comentário.



                                

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...