terça-feira, 16 de julho de 2013

Literatura e cinema: tudo a ver!

Frei Caneca
Não conheço toda a obra de João Cabral de Melo Neto. Falar a verdade não conheço a de ninguém e vivo em débito com as leituras. A inflação de bons livros e autores sempre vai me deixar devendo. Uma pena!  Falo isso porque nem lí o livro O Auto do Frade ,do autor pernambucano, e já vem por aí o filme feito por Inez Cabral. 
O Auto do Frade é uma poesia que João Cabral de Melo Neto fez contando a história dos últimos momentos de Frei Caneca. O autor dizia que o país era ingrato com o religioso e político Frei Caneca. Para ele o Brasil havia esquecido a Confederação do Equador e a Revolução Pernambucana, lideradas por Frei Caneca.  De tanto reclamar e dizer à filha que se soubesse faria um filme a respeito do frade, Inez Cabral acabou por realizar o desejo do pai.


     O projeto do filme que terá distribuição gratuita recebeu aprovação da Lei  Rouanet.

Inez Cabral (imagem ao lado) conta que usará figurantes locais para as cenas de rua filmadas no Recife, que o trabalho será num formato que mistura radionovela com documentário histórico e que os atores participarão da trilha de audio. Será protagonizado por José Dumont e tem trilha sonora de Jaques Morelebaum.
 O enredo seguirá o escrito no poema O Auto do Frade, de seu pai João Cabral de Melo Neto.
Vamos aguardar.  O Frade filme promete. Meu voto de confiança para Inez Cabral.


(Fontes: Diário de Pernambuco, matéria de Felipe Torres, 16.07.13; www.passeiweb.com;Wikipedia, Livraria Cultura)