segunda-feira, 21 de setembro de 2015

Segunda-feira poética: Igor Westphalen

Árvore da Vida

Pensamentos que irrigam,
Baobá - Pça da República, Recife

Os galhos do corpo,
Neurônios que inflam,
As veias do tronco.


Flores e olhares,
Atraem a feminina,
Folhas e narinas,
Respiram novos ares.


Pólen copulando o óvulo,
Espermatozoide estuprando o néctar,
Ser mil e um sem rótulos,
Ser árvore liberta.


Terra viva de onde vem e pra onde vai,
Onde a ciência ou a fé se desmistifica,
A História em espiral se faz e refaz,
No solo fértil da árvore da vida.


(Em: Janela e Paisagem, pág. 17)

Para votar Topblog no LivroErrante, clique aqui