quinta-feira, 10 de abril de 2014

A Cadeira 23

                           Antônio Torres,o romancista baiano, em cerimônia realizada ontem, dia 8,tomou posse  da cadeira  23, da Academia Brasileira de Letras.

Antônio Torres, escritor na FLIP, em Parati
Antônio Torres, escritor na FLIP, em Parati ( Andre Teixeira/Agência o Globo)
O escritor é o 8º  "imortal" ocupante da cadeira. A Academia Brasileira de Letras (ABL) possui 40 membros e a cadeira 23, é a que tem como patrono o cerense José de Alencar e como fundador Machado de Assis.
Aprendi hoje, que Antônio Torres é  o curador do projeto Nuvem de Livros, biblioteca online que permite acesso ilimitado a milhares de livros, audiolivros, vídeos, teleaulas e conteúdos educativos através de computadores, celulares e tablets.
Do autor:
Essa Terra, 1976


Uma dessas,é a cadeira 23 e seus imortais ocupantes, foram:

Machado de Assis (fundador) - RJ
José de Alencar( patrono) - CE
Lafayete Rodrigues Pereira - MG
Alfredo Pujol - RJ
Otávio Mangabeira - BA
Jorge Amado - BA
Zélia Gattai - SP
Luis Paulo Horta - RJ