terça-feira, 22 de outubro de 2013

Educadora do ano vai ao Sacolão para alfabetizar.



Destaque no Prêmio Educador Nota 10, da Fundação Victor Civita: pedagoga Elisangela Luciano.

Elisangela Carolina Luciano, não mede esforços para fazer com que todos os alunos do 1º ano da escola onde trabalha em Mogi Guçu- SP terminem o ano letivo  conhecendo as letras. A profissional  busca formas simples e acessíveis  para mostrar às crianças a importância de aprender a ler e escrever.  E num pais como o Brasil que, segundo o IBGE, teve um ganho de 300.000 analfabetos,  em  2012,  sentir a importância de saber ler e escrever  é um passo fundamental.  Para dar sua contribuição na melhoria dessa vergonhosa estatística  Elisangela  levou  os alunos ao sacolão da cidade e ensiná-los a escrever os nomes dos alimentos.    Segundo a pedagoga havia a necessidade de vincular as aulas ao cotidiano das crianças. Ela exemplifica com escrever cartões de papelaria, fazer resenha de filmes infantis para estimular o interesse pelas letras. Faltava escrever listas de palavras que segundo a professora é uma base alfabética para a criança. Foi daí que ele, vendo que um sacolão anotava as informações dos alimentos à caneta, em placas, teve a ideia de levar os alunos  a fazer o trabalho.  Com o uso do dicionário e da internet  pesquisaram nomes corretos e informações nutricionais.  Antes desse projeto, somente 3 dos 23 alunos da professora premiada sabiam ler e escrever. A ideia mostrou-se exitosa.
 “Eu sentia que as crianças estavam motivadas a aprender a ler e escrever porque viam sentido naquilo”, afirma a educadora.
O projeto da pedagoga Elisangela, foi premiado  no concurso Educador nota 10 da Fundação Vitor Civita

“O segredo é não tratar a alfabetização como um fardo para os alunos, mas como aprendizado com uma função social real”, afirma Elisangela..

Palmas pra você, Elisangela Luciano

(Fonte: revista Veja.)

Leia também: Oásis da Educação no Brasil