segunda-feira, 11 de março de 2013

Príncipes da Poesia (5)

     O 5º príncipe da poesia é Menotti Del Picchia que foi escolhido em 1982, 24 depois da eleição de seu antecessor, Guilherme de Almeida.  Menotti Del Picchia foi eleito pelo jornal carioca Correio de Manhã.


Príncipe dos poetas (5) Menotti Del Picchia



 
Foto do livro Entardecer

Sofre Juca Mulato, é tua sina, sofre…
Fechar ao mal de amor nossa alma adormecida
é dormir sem sonhar, é viver sem ter vida…
Ter, a um sonho de amor, o coração sujeito
é o mesmo que cravar uma faca no peito.
Esta vida é um punhal com dois gumes fatais:
não amar é sofrer; amar é sofrer mais"!

(Trecho do poema de Juca Mulato)



A blogueira recomenda a leitura da obra completa, que não foi postada aqui devido ao tamanho do poema. Juca Mulato é, que eu saiba, o único livro com biografia.  É escrito, digamos assim, em capítulos, que este blog vai publicar assim:
Germinal - dia 12 de março
A Serenata - dia 13 de março
Alma Alheia - dia 14 de março
Fascinação - dia 15 de março
Lamentações - dia 16 de março
0s Presságios - dia 17 de março
A Mandinga - dia  18 de março
A Voz das Coisas - dia 19 de março
Ressureição - dia 20 de março

Leia também:
Príncipe (1) Olavo Bilac
Príncipe (2) Alberto de Oliveira
Príncipe (3) Olegário Mariano
Príncipe (4) Guilherme de Almeida

2 comentários:

  1. é um poema muito bonito embora não o conheça totalmente. Foi um poema de uma geraçao, Regina?

    ResponderExcluir
  2. Bom dia Nivaldo,
    Sim esse poema antecede cronologicamente ao Modernismo (é de 1917), mas foi tão revolucionário quanto o movimento. Nos livros didáticos consta como Pré Modernista.
    Vamos lá: Juca Mulato, já chegou arrasando: trouxe elementos do romantismo, parnasianismo, e da lit. lusitana também. Além disso ainda acrescentava regionalismo romantico e pela temática, forma inusitada, ousadia da mistura do popular com o erudito,etc era naturalmente modernista.
    Não sabia quase nada do autor. Tenho um livro dele, que contém o poema, mas só depois desta postagem dos príncipes é que fiquei sabendo mais a respeito. Vou publicar a partir de amanhã, o poema commpleto, para facilitar para os estudantes. Não é tão fácil achá-lo na internet.
    Abraço.
    Regina

    ResponderExcluir

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...