sábado, 23 de outubro de 2010

Horóscopo poético: escorpião 23 de outubro a 22 de novembro

O poetinha me perdoe mas hoje não vou postar seu  poema às mulheres de escorpião. Vinicius não foi feliz no que disse a respeito das escorpianas.  É do poeta português João Pimentel Ferreira o que posto hoje. À minha filha Suzana que é de escorpião e uma mulher sensacional.

Dois sonetos de amor à Susana

O "princepe" elabora dois sonetos
a uma diva que encanta,
que veste saia branca
e que calça elegantes chinelos pretos.


E da mão esquerda delicados dedos
acariciam a sua anca.
A minha paixão é tanta
O seu cabelo: negros filamentos




O apelido eu desconheço,
mas o seu nome : Susana
Desta arte pago o preço


de escrever como quem ama
E muito já nem peço:
Um beijo, prescindo a fama.


Olhar deveras cativante
uma postura delicada,
uma deidade amada
por um modesto poeta errante


Escreve como Dante
uma prosa elaborada
sublime, bela e dada
ao "Silêncio" relaxante


Um intelecto maravilhoso
de apenas uma mulher
Fiquei indeciso, curioso


Como quem não sabe o que quer
Escrevo um verso atencioso
a esse belo malmequer