domingo, 22 de dezembro de 2013

Símbolos do Natal

                     Tão acostumados estamos com as mensagens natalinas, as árvores, o Papai Noel, presépio etc que nem nos damos conta de que pouco ou nada sabemos a respeito dos símbolos do natal.   Hoje o blogueira deixa o tema da Literatura e posta a respeito das lendas e adereços que estão presentes nos nossos finais de ano. 

Pinheiro:
De origem germânica, sua tradição é atribuída a São Bonifácio - sec. VII. O pinheiro ( a árvore da vida na liturgia cristã) foi instituído pelo missionário em substituição ao sacrifício cristão ao carvalho sagrado do deus Odim. Representa a promessa do renascimento das outra árvores e de toda a vegetação. O costume de enfeitar árvores de Natal espalhou-se pela Europa e em seguida pelas Américas.







Presépio:
Origem ligada a São Francisco de Assis, no sec.XIII. no Natal de 1223, em Grécio, ele representou o nascimento de Cristo em um estábulo de verdade. A ideia se espalhou e até  a Sagrada Família, Reis Magos, pastores, anjos e figuras da vida camponesa são representados em miniatura.



 Velas e bolas
As velas anunciam as flores da primavera. Também simbolizam a alegria da chegada da luz com o fim o inverno. Os frutos (verdadeiros ou imitação) que se penduram nos pinheiros foram substituídos por bolas coloridas e são bons sinais para colheitas vindouras.






Cartões de Natal:
O hábito surgiu na Inglaterra por volta de 1843. Um inglês, Sir Henry Cole, pediu a John Horsley que desenhasse algo alusivo ao Natal, para distribuir com os amigos. John desenhou uma família brindando à saúde de um amigo distante. O desenho escandalizou a sociedade e o desenhista foi acusado de incentivar a bebedeira. A ideia, no entanto, foi aprovada e em 1851 os cartões começaram a ser impressos.

Dar presentes  colocando as caixas sob as árvores de Natal.
É uma tradição ligada aos festejos de São Nicolau, o atual Papai Noel, surgida na Holanda. Tem origem pagã. Entre os cristãos o costume surgiu com o papa Bonifácio, sec. VII. No tempo dele, no final das missas os paroquianos recebiam pães. No dia seguinte os padres eram presenteados.

E, por fim, ho ho ho...
Papai Noel:

                                                     Velhinho, gordo,pele clara, bochechas avermelhadas,cabelos, barba e bigodes brancos e bom coração. É essa a imagem que temos de Papai Noel há muitos anos.  Ah, tem também a parte de que ele, nas noites de Natal, ele desce pelas chaminés ou pula sem ser visto as janelas das casas.  A história desse personagem surgiu há  17 séculos no culto a São Nicolau, bispo de Mira,na Ásia Menor.

Dizem que  em Patara, na Lícia (Turquia atual) por volta de 270, o  casal: Epifânio e Joana,  idosos ricos, tiveram um menino a quem deram o nome de Nicolau (pessoa vitoriosa). No ano 300, Nicolau conheceu 3 irmãs que não conseguiam casar por serem pobres. Ele resolveu ajudá-las. Todas as noites ele jogava moedas de ouro na casa delas, que caiam dentro de uma meia.(Daí o costume de pendurar meia ou sapato nas janelas ou lareiras, iniciada nos Países Baixos). 
Conhecido por sua bondade, Nicolau morreu entre os anos 345 e 352, em Mira. Foi sepultado na igreja da cidade. Depois de sua morte, passou a ser cultuado e a partir de 987 transformou-se no protetor da Rússia.
Quando em 1807 Mira foi dominada pelos turcos, seus restos mortais foram levados pelos monjes e marinheiros para a cidade de Bari, na Itália.
Durante a Idade Média, São Nicolau era representado como um distribuidor de presentes, vinho e pão, ricamente trajado. O costume de presentear as crianças no dia de São Nicolau ( 6 de dezembro) foi transferido para a noite de 24 de dezembro. No se. XVII ele foi levado para a América pelos holandeses. O Papai Noel conhecido dos brasileiros foi desenhado pelo professor de Teologia Clemet Clark Moore, nos USA em 1856. O Chamado bom velhinho, chegou no Brasil no sec. XVIII trazido pelos imigrantes.
 (Fonte: JC.25.12.1994- Cidades)


Papai Noel, como existe agora, não foi criação da Coca Cola, a referida empresa usou a imagem numa propaganda  e impulsionou enormemente seu uso comercial, fixando definitivamente o personagem no ocidente.



Ded Moroz (esquerda), correspondente russo do nosso Papai Noel.

São Nicolau (direita)








Não sei a origem das renas e trenós. Seus nomes em português são: Rodolfo, Corredora, Dançarina, Empinadora, Raposa, Cometa, Cupido, Trovão e Relâmpago. quem souber a respeito, explique por favor.