segunda-feira, 14 de janeiro de 2013

Pequenas Doses de Paulo Leminski

S.O.S

     não houve sim que eu dissesse
que não fosse o começo
     de um esse o esse



Viver É Super Difícil

     viver é super difícil
o mais fundo
     está sempre na superfície.


Leite Leitura


     leite, leitura
letras literatura
     tudo o que passa
tudo o que dura
     tudo o que duramente passa
tudo o que passageiramente dura
     tudo, tudo, tudo
não passa de caricatura
     de você minha amargura
de ver que viver não tem cura.

2 comentários:

  1. Leminski, como grandes gênios,estava além do seu tempo. Amo seus hai-kais
    HAI

    Eis que nasce completo
    e, ao morrer, morre germe,
    o desejo, analfabeto,
    de saber como reger-me,
    ah, saber como me ajeito
    para que eu seja quem fui,
    eis o que nasce perfeito
    e, ao crescer, diminui.

    KAI

    Mínimo templo
    para um deus pequeno,
    aqui vos guarda,
    em vez da dor que peno,
    meu extremo anjo de vanguarda.

    De que máscara
    se gaba sua lástima,
    de que vaga
    se vangloria sua história,
    saiba quem saiba.

    A mim me basta
    a sombra que se deixa,
    o corpo que se afasta.

    [do livro Distraídos Venceremos]

    ResponderExcluir
  2. Outstanding post but I was wanting to know if you could write a litte more on this subject?
    I'd be very thankful if you could elaborate a little bit more. Bless you!
    My homepage :: www.ncesc.com

    ResponderExcluir

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...