sábado, 27 de agosto de 2011

Crônica cantada: Ney Matogrosso - Tico-Tico no Fubá


Tico-Tico no Fubá
Zequinha de Abreu e Eurico Barreiros

Um Tico-Tico só
O Tico-Tico lá
Está comendo
Todo, todo, meu fubá
Olha seu Nicolau
Que o fubá se vai
Pego no meu Pica-Pau
E um tiro sai
Então eu tenho pena
Do susto que levou
E uma cúia
Cheia de fubá eu dou
E elegre já voando e piando
Meu fubá, meu fubá
Saltando de lá para cá...(2x)
Houve um dia, porém,
Que ele não voltou
O seu gostoso fubá
O vento levou
Triste fiquei quase chorei
Mas então vi
Logo depois não era um
E sim já dois
Quero contar baixinho
A vida dos dois
Tiveram ninhos
E filhinhos depois
Todos agora pulam ali
Saltam aqui
Comendo todo o meu fubá
Saltando de lá para cá...
*
 Esta crônica foi  apresentada pela primeira vez em 1917 sob o título de Tico-Tico no Farelo e só em 1931 mudou para  Tico-Tico no Fubá, com  que é conhecida até hoje. É um choro e uma das músicas mais conhecidas e executadas de todos os tempos. Ney Matogrosso, gravou de forma magistral.