quarta-feira, 30 de junho de 2010

Tempo Bom,

Sidney Rocha, escritor cearense encabeça projeto literário  em prol dos desabrigados das últimas chuvas no Nordeste. O livro TEMPO  BOM, (com  vírgula no  final) traz  textos de 21 contistas, vai ser lançado pela editora Iluminuras, com  preço estimado  em R$10,00.
Alguns autores que participam do projeto de solidariedade são: Xico Sá, Raimundo Carrero, Ronaldo Correia de Brito, Marcelino Freire, Gustavo Rios, Lima Trindade, Nelson de Oliveira e Alberto Mussa.  Sydney Rocha, o idealizador, tem  três contos, um  deles é:

Silibrina em gotas. Ato único.
(Silibrina mora em Aracopyara, a duzentos quilômetros
da capital. A única diferença entre a garota Silibrina e qualquer
outra da Colômbia ou do Japão é o sotaque. No mais,
musicplayer, oclão, celular de dois chips, são a mesma.
Quando a luz acende Silibrina já está em cena).

SILIBRINA
digaí: faz tempo que a gente tá na dança. faz tempo que a
gente tá na barca. na chuva. no molho. faz tempo que a gente
faz silêncio. na pedra. que a gente tá na letra. na M.
na N. na O. na P, na Q, na P. Na enchente. faz tempo que papai não
chega. que mamãe na mágoa. no malho. que o boi a boia. faz
tempo que tá no jornal. que a gente tá na jura. que ninguém
se lembra. faz tempo que é bom pra navio. faz tempo que
chove na nossa. porta. armário. fogão. que nem tudo afunda.
que não baixa a música. outro tempo que a gente pesca boi.
e quem pesca boi, pesca boiada.

(Aqui, se ouve o tchucu-tchucu-tchucu-tchucu dos helicópteros
[usar áudio do filme do Coppola] e chovem canudinhos
coloridos de refrigerante. Milhares. Centenas de
milhares. Silibrina pega um).


SILIBRINA
mas agora chegaram os canudinhos. isso: todo mundo de
uma vez, vamos lá, no ane. no tho. no tri.
chuuuuuppp,
chhhhhuuuuupppp,
chhuuuuuuuuuuuuppppp,
ai, ai, isso aqui ainda vai virar sertão. di-ga-í.
(Desce a luz. Continua chovendo)


No dia 9 de julho. Tempo Bom, vai ser lançado nas cidades: Recife, Garanhuns e Petrolina (Pernambuco), Juazeiro, Feira de Santana e Salvador (Bahia), Juazeiro do Norte, Crato e Fortaleza (Ceará), João Pessoa (Paraíba), e São Paulo (SP). Duas redes de livrarias, a da Vila e a Travessa.

(Fonte: revista Veja on line)

Onde comprar? Livrarias Cultura,Saraiva, Livraria da travessa e da Vila
Quanto  custa? R$26,00