segunda-feira, 14 de julho de 2008

Quem falou do LivroErrante??

Comunidade no Orkut cria o “Livro Errante”
10/02/2007 - Tribuna do Norte (Rio Grande do Norte)

O site de relacionamento Orkut é uma mania entre muitas pessoas, mas se engana quem pensa que ele só serve para namorar. Um grupo de pessoas de várias cidades brasileiras, de Natal a Porto Alegre, de Manaus a Brasília, membros de uma comunidade relacionada ao prazer da leitura, tiveram uma iniciativa à qual deram o nome de Livro Errante. A idéia partiu de um gaúcho que tem por hábito deixar livros em alguns pontos estratégicos de Porto Alegre com uma anotação no próprio livro, avisando a quem o encontrar que ali se encontra um livro errante a ser lido e passado adiante. Esclarecida num tópico da comunidade, um membro que mora em Recife começou a desenvolver a idéia de que os interessados poderiam formar grupos fazendo circular entre si vários livros. O primeiro grupo a ser criado foi chamado de interestadual porque congregou pessoas de vários estados brasileiros. Dois roteiros, considerando a proximidade das cidades, foram criados: um no sentido norte/sul e outro no sentido sul/norte. Um integrante do grupo norte/sul enviou o livro e outro fez o mesmo no sentido inverso. Como o interesse foi ficando maior, criaram-se mais dois grupos: o Errante Regional e o Errante Signo. No Errante Regional os que aderiram à idéia escolheram um livro de algum autor de sua cidade e repassaram-no seguindo o roteiro já estabelecido. O Errante Signo seguiu a seqüência dos signos do zodíaco, o integrante de Aries começando o envio. A idéia tem encantado a tantos que agora já se formam um grupo de Errante denominado de Casa de Mãe Joana, porque envolve sete homens e sete mulheres numa referência à Casa das Sete Mulheres, e um outro grupo nomeado de Errante II - Ficção. Cada um desses grupos fica sob a coordenação de um membro da comunidade que se responsabiliza em organizar o roteiro, recebendo os e-mail e endereços de cada participante, mantendo um contacto constante para que os livros circulem atendendo a todos.O hábito da leitura tem se intensificado entre essas pessoas ao mesmo tempo em que se discutem os livros circulantes. Um outro fator a ser levado em consideração é que com o Errante Regional vários bons autores da cidade de cada um foi divulgado e apreciado por outros de cidades distantes, que, talvez, de outra forma não o fossem conhecer. Por extensão, os membros dos grupos desenvolvem uma amizade além das conversas futéis e deletáveis tão comuns no Orkut.