quinta-feira, 3 de julho de 2008

FLIP - 2008 - MACHADO DE ASSIS

Escritor homenageado pela Flip deste ano, Machado de Assis será lembrado em diversas oportunidades. Uma das mais importantes ocorre hoje, às 19 horas, quando o crítico Roberto Schwarz apontar, em sua palestra, a Poesia Envenenada de Dom Casmurro. Trata-se de um trabalho inédito.

O Bruxo do Cosme Velho será lembrado também por diversos lançamentos. A Jorge Zahar Editor, por exemplo, lança, durante a festa literária, a versão em quadrinhos do conto A Cartomante, de Flávio Pessoa e Maurício Dias. Já a Editora Livro Falante lança dois títulos de Machado em audiolivro. Com narração de Rafael Cortez, os livros são Dom Casmurro e O Alienista. Em agosto, virão as versões de Quincas Borba e Memórias Póstumas de Brás Cubas.A obra machadiana será lembrada também no cinema e teatro, em Paraty. A Casa de Cultura vai abrigar a mostra Machado de Assis ABL/Cineclube Paraty, com uma série de filmes consagrados como Missa do Galo e Azyllo Muito Louco, de Nelson Pereira dos Santos, e Quanto Vale ou É Por Quilo?, de Sérgio Bianchi. Uma palestra de André Klotzel, diretor de Memórias Póstumas, filme que também será exibido na mostra, abre o circuito. No cinema, aliás, aconteceu uma baixa de última hora: por problemas familiares, o diretor Karim Ainouz cancelou sua participação na Oficina Literária. Será substituído por Sérgio Machado.No teatro, a programação traz a adaptação do conto Um Homem Célebre, em forma de musical e com direção de Pedro Paulo Rangel, estrelado por Suely Franco. E ainda a apresentação da peça Nonada, montada pela Companhia do Feijão, que retoma célebres personagens machadianos.

(Estadão - on line)