quinta-feira, 10 de janeiro de 2008

O Livro dos Abraços e Almas Gêmeas




O Livro dos Abraços - Eduardo Galeano-Tratar a memória como coisa viva, bicho inquieto: assim faz Eduardo Galeano quando escreve. Ele mostra que a história pode - e deve - ser contada a partir de pequenos momentos, aqueles que sacodem a alma da gente sem a grandiloqüência dos heroísmos de gelo, mas com a grandeza da vida. Assim é o "Livro dos Abraços".O que de melhor ouviu ele transforma em livros como este, onde lembra como são grandes os pequenos momentos e como eles vão se abraçando, traçando a vida.
Este livro foi deixado no capô de um carro estacionado na frente de um bar de um bairro da zona oeste de Recife.
Alma Gêmea - Mônica Buonfiglio - Este livro foi deixado numa poltrona da sala 4 dos cinemas Multiplex -Shopping Boa Vista.