segunda-feira, 11 de novembro de 2019

Pasquim 50 Anos



     Primeiro número de O Pasquim saiu em junho de 1969. 
     Ninguém tinha feito nada parecido até então, e uns intelectuais meio loucos fizeram um jornal que não perdoava, não aliviava nada de um governo ditatorial.    Tempos de censura, prisões, torturas, exílios... Tempos tão diferentes!!  Gentes tão diferentes...
   Colecionei O Pasquim por alguns anos. Lá conheci Jaguar, Millor, Ziraldo e Hefil com seus Frandins.  Li entrevista cheia de palavrões com Leila Diniz,  Madame Satã, Ibraim Sued.
     Era um jornal tão maluco que misturava sarcasmo de  Paulo Francis com poesia de Ferreira Gullar.  
    Penso que era o jornal mais bagunçado e querido daquela época.  
     Ficou no  coração e memória de quem esperava ansiosamente por ele nas bancas. Ansiedade feliz numa época tão triste.


Um poema num jornal cheio de piadas? É como disse Paulo Mendes Campos: "Quem não tem senso de humor não pode ser um poeta; quem não tem sentido lírico não pode ser humorista." Abram alas deixem a poesia passar.







 Menino no capinzal
caminha
nesta tarde e em outra
havida

Entre capins e matapastos
vai, pisa
nas ervas mortas ontem
e vivas hoje
e revividas no clarão da lembrança

E há qualquer coisa azul que o ilumina
e que não vem do céu, e se não vem
do chão, vem
decerto do mar batendo noutra tarde
e no meu corpo agora
- um mar defunto que se acende na carna    como noutras vezes se acende o sabor
de uma fruta
ou a suja luz dos perfumes da vida
ah, vida!
                                                                  Ferreira Gullar


Exposição: O Pasquim 50anos - Sesc Ipiranga

A exposição busca rememorar a irreverência da publicação por meio de materiais gráficos, além de atrações como a recriação de rotativas e a reprodução, em tamanho real, de alguns de seus colaboradores, como Millôr Fernandes, Vinicius de Moraes e Jô Soares. Sesc Ipiranga. R. Bom Pastor, 822, 3340-2000. Inauguração: 4ª (20). 9h/21h30 (sáb., 10h/21h30; dom. e fer., 10h/18h30; fecha 2ª). Grátis. Até 12/4/2020.





Poema de Ferreira Gullar:O Pasquim, antologia vol.1 -1969-1971, pág.19 - Ed.Desiderata 2006.                                                      
Imagem da primeira capa: Portal Memórias da Ditadura (imagem)

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...