segunda-feira, 8 de fevereiro de 2016

Um desfile inesquecível, Edilson Rodrigues Silva

Até que enfim o carnaval estava chegando. Naquele ano o pessoal da escola de samba estava cheio de nove horas e era mistério para tudo quanto era lado. Tudo por causa da espionagem das outras escolas. O carnavalesco ficou esperto porque no ano passado tinha vazado algumas informações sobre as fantasias da escola e por isso esse ano ele estava cheio de segredos.

Bem, independente de tudo, ela tinha uma certeza: Ela ia arrasar! Seria uma fantasia bem bonita e com um bom lugar de destaque na escola e na avenida. Precavida, foi se cuidar, malhar, perder uns quilinhos para fazer bonito na avenida, não queria ver nenhuma gordurinha a mais.

Era um sonho. Para ela sair na avenida era a glória. Tudo era maravilhoso: Às luzes, as serpentinas, os confetes, o povão na arquibancada aclamando a escola com alegria e muita emoção. 

No ano passado já tinha sido muito legal. O diretor de fantasia prometeu para a garota que no próximo ano ela ia ter uma participação muito especial. A guria estava toda feliz e já contava que receberia a fantasia mais bacana de toda a sua vida, uma fantasia digna do sua dedicação a comunidade e ao pavilhão. Certamente ia ser uma fantasia e uma participação muito especial. 

Sendo assim, ela ficou cheia de ansiedade esperando o dia de colocar as mãos na tão falada fantasia. Chegou até a sonhar com a dita cuja. Foram meses de espera até que num dia diretor mandou chamá-la para conhecer e experimentar a tão sonhada fantasia.

Lá foi ela. Será que ela ia sair nos carros da frente ou nos carros de trás? Bem, isso na verdade não tinha tanta importância assim. O que importava mesmo era que ela estava crescendo na escola e dentro de pouco tempo ela ia ser um dos grandes destaques da escola do coração. Pensava ela.

- Oi meu anjo! Tudo bem contigo? Disse o diretor, todo cheio de charme. Espere um pouquinho que eu já volto. 

Minutos depois ele voltou com a tão esperada fantasia: 

- Aqui está minha querida! A sua fantasia, espero que você goste? Você vai sair na principal ala do desfile deste ano. Nós vamos arrasar! Contamos com o seu empenho e com a sua dedicação.

- O que é isso diretor? Isso é a minha fantasia? Mas que diacho de coisa é essa? Disse ela, completamente espantada com a fantasia.

- Você não entendeu a sua fantasia? Não gostou? estranhou o diretor.

- Não! Não entendi. Que treco é esse? Respondeu a decepcionada garota.

- O que é isso? Ora! É um torresmo! Disse o diretor.

- O quêêê! Um torresmo? Você está de brincadeira comigo não é? Reclamou a garota.

- Ora, minha querida, você deveria estar feliz. Você vai sair na ala da feijoada, o principal prato da cozinha brasileira. Você não esqueceu que neste ano nós vamos fazer uma homenagem a nossa maravilhosa culinária?

Ela foi embora pensando: Belo destaque que eu sou. Quero ver eu me destacar na avenida saindo fantasiada de pururuca. Quero só ver!

(Fonte: www.recantodacronica.blogspot.com.br)