sexta-feira, 5 de fevereiro de 2016

História Bonita (15): Jeferson, do sítio pra faculdade de medicina.

Medicina, todos sabem, é o curso com maior concorrência em quase todas as universidades públicas do país. Sonho difícil que exige muita dedicação aos estudos e, não raro, mais de uma tentativa no vestibular.  
Não foi diferente para  Jéferson César.  

O jovem trabalhador rural de 20 anos da cidade de Alagoinha, acordava às 5h e ia para o trabalho no campo, até as 10h. Então, estudava e almoçava e  voltava ao trabalho às 14h. No início da noite, seguia para o curso de física na cidade vizinha (Pesqueira), de onde retornava às 22h30 e estudava mais um pouco para o Enem. Foi aprovado em medicina, na Universidade Federal de Campina Grande (PB) onde tem vaga assegurada e na UFPE, campus de Caruaru onde está em fila de espera.


Jeferson contou que terminou o ensino médio em 2012, mas não havia condições para ele sair de asa naquela época porque o Sítio Laje do Carrapicho de sua família, foi castigado com a seca da região.  Assim, ele fazia licenciatura em Física porque o curso era na cidade de Pesqueira, vizinha de Alagoinha. Agora, com melhores condições e diante da aprovação em medicina, vai trancar a licenciatura (7º período) e fazer o curso com que sonhou desde criança.  

O jovem da zona rural que tirava leite ouvindo vídeo aulas pelo celular é mais uma história de superação pelo estudo que me dá imensa felicidade (e esperança) em postar.


(Fonte: Diário de Pernambuco 2.2.2016)