segunda-feira, 11 de janeiro de 2016

Cançãozinha Para Tagore, Cecília Meireles



 Àquele lado do tempo
Imagem do site:http://www.espiritbook.com.br
Onde abre a rosa da aurora,

Chegaremos de mãos dadas,

Cantando canções de roda

Com palavras encantadas.

Para além de hoje e de outrora,

Veremos os Reis ocultos

Senhores da Vida toda,

Em cuja etérea Cidade

Fomos lágrima e saudade

Por seus nomes e seus vultos.



Àquele lado do tempo

Onde abre a rosa da aurora,

E onde mais do que a ventura

E dor é perfeita e pura,

Chegaremos de mãos dadas.



Chegaremos de mãos dadas,

Tagore, ao divino mundo

Em que o amor eterno mora

E onde a alma é o sonho profundo

Da rosa dentro da aurora.



Chegaremos de mãos dadas

Cantando canções de roda.

E então nossa vida toda

Será das coisas amadas.

(Antologia poética 3ª edição, Ed.do autor 1963)