segunda-feira, 4 de maio de 2015

Segunda - feira poética: Cora Coralina

A Procura

Andei pelo caminhos da Vida,
Casa de Cora Coralina - Imagem do google

Caminhei pelos ruas do Destino -
Procurando meu signo.
Bati na porta da Fortuna,
mandou dizer que não estava.
Bati na porta da Fama,
falou que não podia atender.
Procurei a casa da Felicidade,
a vizinha da frente me informou
que ela tinha se mudado
sem deixar novo endereço.
Procurei  a morada da Fortaleza.
ela me fez entrar: deu-me veste nova,
perfumou-me os cabelos,
fez-me beber de seu vinho.
Acertei o meu caminho.

(Em: Meu Cordel)