sexta-feira, 10 de outubro de 2014

Malala, Nobel da Paz

                    Ontem foi anunciado o vencedor do Nobel de Literatura.  Como sempre faço, devido ao assunto publiquei no blog  e você podem ver, clicando aqui


LivroErrante, todos sabem, é blog que só fala de livro, leitura, e afins. 


Imagem: The Guardian
 Hoje, porém, vou fazer uma exceção porque a última notícia que li me deixou feliz e emocionada:   O Prêmio Nobel da Paz, foi concedido a Malala Yousafzai,jovem paquistanesa, hoje com 16 anos, que em 2012 foi baleada na cabeça e pescoço numa tentativa de assassinato pelos Talibãs.  Vive na Inglaterra, porque ainda é ameaçada de mortte pelos terroristas. Malala tem sua história conhecida no mundo inteiro.   

Imagem: The Guardian
O livro da jovem Malala devia ser leitura obrigatória principalmente para mulheres que se escravizam com futilidades e gastam seu tempo esperando e cobrando dos outros possibilidades que carregam em si mesmas. 




Veja quais foram as Mulheres do Nobel da Paz desde a sua criação em 1901:



Ano
Ganhadora
País
Causa
2011
Ellen Johnson Sirleaf
Libéria
Recompensadas por suas lutas pacíficas pela segurança das mulheres e de seus direitos de participar nos processos de paz

Leymah Gbowee
Libéria

Tawalkul
Iêmen
2004
Wangai Maathar
Quênia
Ambientalista e ativista dos direitos humanos no Quênia
2003
Shirin Ebadi
Irâ
Ativista dos direitos humanos e defensora da implantação da democracia no seu país
1997
Jody Williams
USA
Pelo seu trabalho pela proibição do uso de minas antipessoais e sua remoção
1992
Rigoberta Menchu Tum
Guatemala
Pela sua campanha pelos direitos humanos, especialmente a favor dos povos indígenas
1991
Aung San SuuKyi
Myanmar
Líder da oposição, activista dos direitos humanos
1982
Alva Reimer Myrdal
Suécia
Delegada na Assembléia Geral de Desarmamento, das Nações Unidas
1979
Madre Tereza de Calcutá
Albânia
Pela luta contra a pobreza na Índia
1976
Bete Williams e Mairead Corrigan
Reino Unido
Fundadoras do Movimento das Mulheres para a Paz na Irlanda do Norte, mais tarde chamado de Peace People (Gente de Paz)
1946
Emily Greene Balch
USA
Presidente honorária internacional da Liga Internacional de Mulheres pela Paz e Liberdade
1905
Berta Von Suttner
Austria
Escritora e presidente honorária do Gabinete Internacional Permanente para a Paz