sábado, 6 de abril de 2013

Crônica Cantada: Rap do Real, Pedro Luis & A Parede


Depois que conheci o grupo carioca Monobloco passei a prestar atenção em alguns raps. Este, com Pedro Luis & A Parede, é mais uma crônica urbana em forma de música:


um real aí é um real
um real aí
é um real aí é um real
um real
vendo pilha, bateria, fita-cassete, biscoito
paçoca, doce-de-abobora
doce-de-coco, rádio-relógio
despertador do sono
não vendo é sonho
mas pode pedir
se não tenho
sei quem terá
vendo pano pra cortina
vendo verso, vendo rima
carta pro rapaz e carta pra menina
eu vendo provas de amores
por minha poesia e fantasia
QUANTO VAI PAGAR?
um real aí é um real
um real aí
é um real aí é um real
um real
com quantos reais se faz uma realidade
preciso muito sonho pra sobreviver numa cidade
grande jogo de cintura
entre estar esperto e ser honesto
há um resto que não é pouca bobagem
um real aí é um real
um real aí
é um real aí é um real
um real