segunda-feira, 3 de dezembro de 2012

ConcretoPignatari

Décio Pignatari ->20.08.1927 (Jundiaí) - 02.12.2012 (São Paulo)


A poesia concreta é dos anos 50, teve suas primeiras experiências em 1952 com o grupo formado por  Haroldo e Augusto de Campos e o poeta, publicitário, tradutor e professor  Décio Pignatari, recentemente falecido aos 85 anos. Porém, oficialmente, o concretismo só começa em 1956 com a Exposição Nacional de Arte Concreta (MASP).

Os poetas concretistas propunham o poema objeto que usaria outros recursos que não os dos versos tradicionais, por eles consideros  históricamente esgotados. O poema-objeto, dos poetas concretistas utilizavam recursos acústicos, visuais, carga semêntica, espaço tipográfico e disposição geométrica das palavras nas páginas. Esse tipo de apresentação, digamos assim, é largamente usado na publicidade, embora a maioria de nós nem se dê conta. Mesmo vendo televisão diariamente a gente nem nota que os princípios, a ideia do concretismo estão na nossa frente, por exemplo, nos símbolos de algumas novelas de grande audiência.

Cinco poesias concretas  podem ser vistas nessa adaptação dos poemas para vídeo.