segunda-feira, 17 de setembro de 2012

Segunda feira poética: Canto à Amada, Francisco Solano Trindade

Acabei de conhecer o poeta negro pernambucano que este ano faria 104 anos. Compartilho, a partir de hoje, alguns poemas de Francisco Solano Trindade

 
        
Eu tenho uns versos bonitos
pra cantar pra minha amada
sempre sempre desdobrada
em beleza e formosura
Ontem minha amada estava
dentro da cara da Lua
numa garota da rua
no palhaço da folia
Um dia vi minha amada
nas águas do grande mar
outra vez a encontrei
num belo maracatu
Numa canção ela estava
num samba estava também
estava numa boa pinga
sempre está no meu amor
Eu tenho uns versos bonitos
pra cantar pra minha amada
sempre sempre desdobrada
em beleza e formosura