segunda-feira, 5 de março de 2012

Segunda-feira poética O Duplo, Ferreira Gullar

Foi-se formando
a meu lado
              um outro
que é mais Gullar do que eu


que se apossou do que vi
                      do que fiz
              do que era meu

e pelo país 
              flutua
livre da morte
e do morto

pelas ruas da cidade
         vejo-o passar
       com meu rosto

mas sem o peso 
          do corpo
       que sou eu
culpado e pouco

(Em Alguma Parte Alguma, ed.José Olympio -2010)