sexta-feira, 13 de maio de 2011

Babel de papel - torre de livros na Argentina.

Buenos Aires, recentemente designada Capital Mundial do Livro de 2011, inaugurou no dia 11 deste mês uma torre de 28 metros de altura feita de livros.  Podemos até chamar de torre de Babel de papel, porque ela foi feita por 30 mil exemplares de livros de 54 países, vários autores, gêneros, línguas. Tudo para celebrar o título dado pela Unesco.
A autoria é de Marta Minujin, artista plástica que explica ter recebido edições dadas pelas embaixadas e por moradores da cidade de Buenos Aires que passaram 2 meses deixando suas doações nas livrarias da capital argentina. 
Marta Minujin acrescenta que "a ideia foi transfornar a torre num veículo da cultura, unificando o mundo através dos livros".
A estrutura da Babel de papel argentina é de ferro e  tem forma espiralada. Está na praça San Martin até o dia 27 de maio. Os visitantes percorrem a espiral ao som da palavra livro, dita em diversos idiomas e ao final do passeio recebem cópia de "A biblioteca de Babel, conto de Jorge Luis Borges, escritor argentino. 


Para quem, como eu, se perguntou: o que será feito com os livros depois que a torre for desmontada?
Os livros, todos catalogados e plastificados previamente, terão duas destinações: parte será doada aos visitantes e a outra parte fara integrará o acervo da  Primeira Biblioteca Multilíngue da Cidade de Buenos Aires.  Nota: a embaixada brasileira doou 200 exemplares.


(Fonte: Estadão)