segunda-feira, 28 de fevereiro de 2011

Segunda-feira poética: Ferreira Gullar

Um instante
Ferreira Gullar


Aqui me tenho

como não me conheço
nem me quis
sem começo
nem fim
*
aqui me tenho
sem mim
*
nada lembro
nem sei
*
à luz presente

sou apenas um bicho
transparente.