segunda-feira, 18 de outubro de 2010

Cantiga de Caboclo, Thiago de Mello


O canto de despedida
vai disfarçado de flor.
É feito para os caboclos
do barranco sofredor.
Pra eles que não  vão ler nunca
estas palavras de amor.
Amor dá tudo o que tem:
dou esta rosa verdadeira,
levando a clara certeza
da vida nova que vem.
Canto para os curumins
nascidos iguais a mim,
vida escura, e tanto verde!
canoa, vento e capim.
Canto para o ribeirinho
que um  dia vai ser dono
do verde daquele chão.
Tempo de amor vai chegar
tua vida vai mudar.

(Poesia comprometida com a minha e a tua vida
ed. Civilização Brasileira)

3 comentários:

  1. Parabéns pela escolha!Linda poesia!Amo as poesias deste grande poeta!

    ResponderExcluir
  2. Parabéns pela escolha!Linda poesia!Amo as poesias deste grande poeta!

    ResponderExcluir
  3. Obrigada Elô. Tem tanta gente boa no Brasil, não é? bjs.

    ResponderExcluir

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...