domingo, 4 de abril de 2010

Agradável surpresa: Luanda Beira Bahia, Adonias Filho

Luanda Beira Bahia, Adonias Filho

O mar levava os homens para muito longe. Voltavam alguns, quando  voltavam, e outros desapareciam como  se morressem.
Tinham  que  ir e iam como  enfeitiçados...
Adonias Filho era um  desconhecido para mim e foi  muito  bom  conhecê-lo por Luanda Beira Bahia, um dos livros cedidos na Comunidade Livroerrante.
Todo o  ramance se desenvolve entre as cidades de Ilhéus,Salvador,Luanda e Beira. O mar dita o rítimo e envolve o leitor como os peersonagens que  vão e vem como ondas entre os dois. É o meio e o  fim de tudo. Uma árvora , a jindiba, secular está no  romance como testemunha, confidente, um personagem indispensável.  É um livro impregnado de mar  e de aconchego, com  final inesperado. 

Ed.Bertrand Brasil
Brochura, 176 páginas


Renascimento do homem - ensaio (1937)
Tasso da Silveira e o tema da poesia eterna - ensaio (1940)
Memórias de Lázaro - romance (1952)
Jornal de um escritor (1954)
Modernos ficcionistas brasileiros - ensaio (1958)
Cornélio Pena - crítica (1960)
Corpo vivo - romance (1962)
História da Bahia - ensaio (1963)
O bloqueio cultural - ensaio (1964)
O forte, romance (1965)
Léguas da promissão - novela (1968)
O romance brasileiro de crítica - crítica (1969)
O romance brasileiro de 30 - crítica (1973)
Uma nota de cem - literatura infantil (1973)
As velhas - romance (1975)
Fora da pista - literatura infantil (1978)
O Largo da Palma - novela (1981)
Auto de Ilhéus - teatro (1981)
Noites sem madrugada - romance (1983).