quarta-feira, 11 de novembro de 2009

Trovinhas da Ilnea

Espreguicei o meu sonho
ouvindo o raiar do dia
roubei-lhe o verso e, bisonho,
fiz trovas de fantasia.
(Ilnéa, 2009)





Eu que ainda não sou eu...

"... e assim, antes que eu parta,
uma em muitas entre meus pares
não deixei de ser lagarta
mas fui voar pelos ares. "



Gratísima, Regina! Escute só o que me veio:
Plantei em jardins suspensos
minhas flores de papel,
cantando versos, intensos,
fiz do meu sonho... um cordel.


Travessuras... em duas opções.

01
Pela musa predileta...
o que é que ele não faz?
Dá logo uma de atleta
pra mostrar do que é capaz!
02
Pela musa predileta...
o que é que ele não faz?
Maratonista e poeta
faz o verso e corre atrás.



Qual a sua preferida
gostaria eu de saber
tem um tempinho, querida,
poderia me dizer?

Ah! Tulipas holandesas...
...as que vi assim, pertinho,
eram pequenas princesas
enfeitando meu caminho.