terça-feira, 15 de setembro de 2009

E pelo jornal O Estadão? ninguém fala?








Acabo de ver no Estadão  que o Nobel de literatura de 1998, o escritor português José Saramago aderiu a um abaixo-assinado em  favor da  liberdade de imprensa...  
Vamos começar do  começo:
No dia 24 de agosto, o primeiro ministro italiano Sílvio Berlusconi entrou  com processo contra o  diário: La Repubblica por causa da publicação de vários artigos sobre sua vida privada, que considerou  difamação, e pelas 10 perguntas feitas ao presidente do Conselho  sobre suas supostas relações com uma jovesm, com prostitutas, uso de aviões oficiais etc etc - por essa gravíssima publicação  do La Repubblica  jornal do  grupo: L'Espresso, Berlusconi  pede ressarcimento no valor de quase 3 milhões de reais.  Nada de mais. Os ofendidos, com ou  sem  razão sempre reagem, em se tratando  de políticos muito mais  sem do que com razão...
Mas  sigamos  com a notícia veiculada no Estadão:
Três advogados tiveram a iniciativa e, mais que tudo, coragem de insurgirem-se contra a injustiça e invocar a liberdade de imprensa através do abaixo assinado  que  já tem 350.000 assinaturas e contou  com a adesão do  escritor israelense Amós Oz, do  filósofo  francês Bernard Henry-Levy, do  diretor de cinema franncês Claude Lanzmann, além  de, como já falei José Saramago.
Você aí que  está lendo deve ter concordado  com as celebridades citadas e pensado até em também assinar, se na Itália morasse ou  se oportunidade tivesse. Palmas pra você.
E eu  cá comigo penso: o Estadão  está há mais de 45 dias sob censura. Um dos maiores e melhores jornais do país  foi  calado por causa de um  filho de José Sarney ...
Alguém, ou você que continua lendo, ouviu falar em algum manifesto  em  favor do jornal?  Alguma celebridade, fez algum pronunciamento?  alguma daquelas pessoas que aplaudiu o  fim da necessidade do  diploma para jornalista posto que isso vinha da época da ditadura e teria sido criado  justamente para calar a imprensa?   Nada, não é?  Ninguém abre a boca.
Corrijam-me  se estiver errada; quero  ter o prazer  de me desculpar e colocar aqui algum manifesto, algum  pronunciamento em  favor  do Estadão.

P.S: Estadão está hoje (16 de setembro) há 48 dias sob censura