segunda-feira, 10 de novembro de 2008

Atiq Rahimi - vamos conhecer?


PARIS - O franco-afegão Atiq Rahimi, de 46 anos, sagra-se vencedor do Goncourt 2008, o mais importante prêmio literário em lingua francesa. Syngué Sabour - Pierre de Patience ('Pedra de Paciência' - tradução livre) é o primeiro livro escrito em francês pelo escritor e cineasta Atiq Rahimi. No restaurante Drouant de Paris também foramanunciados outros vencedores:O autor tem dupla nacionalidade francesa e afegã.

Sobre o autor:
Nascido no Afeganistão em 1962, filho de um juiz e político e membro de uma família "liberal e ocidentalizada", Rahimi estudou na escola franco-afegã de Cabul. Sua posição privilegiada na sociedade local, porém, não resistiu aos 40 anos de guerras pelos quais o país atravessa. Depois de se exilar na Índia, no Paquistão e na França, o jovem retornou a seu país em 1980, quando trabalhou na mineração. A experiência lhe rendeu seu primeiro livro, Terre et Cendres, escrito em persa, o qual adaptou ao cinema, recebendo o prêmio Regard d’Avenir no Festival de Cannes, em 2004.

Rahimi lançou na França, ainda em persa, duas outras obras: Les Mille Maisons Du Rêve Et de La Terreur, de 2002, e Le Retour Imaginaire, de 2005. Syngué Sabour, em 2008, faz o escritor retornar ao tema da guerra e dos dramas humanos por ela despertados. O romance narra a história de uma esposa que se dedica a cuidar de seu marido, um ex-soldado em estado vegetativo em razão de um ferimento a bala. "A língua materna é aquela na qual aprendemos as proibições e os tabus", disse à revista Nouvel Observateur, ao explicar por que decidiu escrever em francês.
(Fonte: Estadão)
Editados no Brasil:
As Mil Casas do Sonho e do Terror - R$30,00
Terra e Cinzas um Conto Afegão - R$22,00