segunda-feira, 20 de outubro de 2008

70 anos de Vidas Secas


VIDAS SECAS o mais conhecido livro de Graciliano Ramos completa 70 anos. 106 edições em português ratificam o sucesso.
Graciliano escreveu contos que foram inicialmente editados na Argentina, depois no Brasil e posteriormente é que reuniu todos fazendo, digamos assim, um livro desmontável. Sem de modo algum ser panfletário, Vidas Secas escancara a exploração, a miséria, o atraso social mais fortemente encontrados no Nordeste mas presente no Brasil inteiro. Infelizmente até hoje,70 anos depois. Somente o brilhantismo com que com que foi escrito explica o sucesso de um livro triste, sem qualquer gota de açúcar ou poesia.
Inconfundível, Graciliano está, ainda hoje, acima da média dos escritores brasileiros. E Vidas Secas, magro como ele, pesando muito mais que a maioria dos best selleres divulgados em nossos jornais.
O país continua em débito com um de seus mais fascinantes escritores.