terça-feira, 9 de setembro de 2008

E se fosse no Brasil?

Foram necessários dois furgões para retirar as cartas
Um escocês que trabalhava como carteiro na cidade de Frankfurt, na Alemanha, pode ser processado por ter deixado de entregar cerca de 20 mil cartas, informaram fontes policiais.
Com 23 anos de idade, o carteiro foi pego depois de ser surpreendido por um vizinho tentando jogar as cartas e pacotes não entregues no lixo.
Depois do flagrante, o escocês levou a polícia até seu apartamento, onde foram encontrados milhares de pacotes e envelopes que não haviam chegado a seus destinatários.
O material estava estocado em caixas, sacos e até debaixo do colchão do carteiro. Foram necessários dois furgões para retirar as correspondências do local. Segundo a polícia, o escocês começou a acumular as cartas em agosto de 2007.
"Ele foi simplesmente acumulando o material que não entregava, mas nenhum envelope foi aberto", informou a polícia local.
Entre os envelopes encontrados, havia até mesmo cartas endereçadas ao próprio escocês.
O carteiro afirmou que não conseguiu entregar as correpondências porque estava muito atarefado com seus estudos de meio-período.
Ele agora pode ser processado por roubo e por apropriação de correspondência alheia.
http://www.bbc.co.uk/portuguese/reporterbbc/story/2008/09/080909_carteiro_alemanha.shtml

O blog Livroerrante pergunta: "E se fosse no Brasil"?