domingo, 10 de agosto de 2008

A,B,C - grupo especialmente aberto para novatos

Veja aqui os livros ofertados e informe (no tópico A,B,C) qual ou quais você deseja ler.

NOTA: ELEIÇÃO ADIADA PARA DOMINGO - Estamos aguardando a troca de livros.

A) Amêndoa - Nedjma - No Marrocos da segunda metade do século XX, Badra conta a história de sua vida, decidida a não medir palavras ou sensações e a honrar a milenar tradição árabe de escrita erótica. Testemunho excepcional de uma mulher de origem árabe que ousa transgredir o tabu do sexo e do silêncio, assinala um verdadeiro acontecimento: pela primeira vez uma mulher muçulmana se exprime com liberdade sobre sua vida íntima. Badra tem 50 anos e corajosamente decidiu revelar sua trajetória. De sua infância, quando corria descalça, curiosa e despreocupada em sua aldeia. De sua adolescência, quando foi casada contra sua vontade, por conveniência, com um homem muito mais velho, que não demonstrou nenhum respeito ou carinho por sua juventude ou virgindade. De sua fuga para Tânger, que lhe abriu um mundo novo onde as mulheres não viviam apenas para seus maridos. E principalmente sua história com Driss, seu mestre e seu carrasco, homem da alta sociedade que se apaixona intensamente pela tímida e ardente provinciana, e que lhe apresenta um amor total, arrebatado, profundamente sensual.Num relato perturbador e libertino, o livro abre uma janela para a intimidade da mulher muçulmana. Com uma mistura de sensualidade e revolta, a autora mostra que por baixo dos véus e das proibições existe um mundo de desejos e sentimentos esperando para ser libertado. Uma obra cheia de volúpia, incandescente, radiosa, mas que é também um ato político: uma reconquista da palavra e do corpo das mulheres árabes.

B) Blecaute - Marcelo Rubens Paiva
"Dois rapazes e uma garota descobrem ao voltar de uma expedição às cavernas do Vale do Ribeira, que são os únicos habitantes de uma São Paulo deserta. O que teria acontecido? Por que só eles teriam sobrevivido? O que fazer? Perguntas, perguntas e uma única certeza: não dá para largar o livro antes da última página.""Se Marcelo pretendia escrever um desses tais romances que não se pode parar de ler antes da última frase, parece que conseguiu." Paulo Leminski"Blecaute é um romance para quem gosta de ler fantasia. Um livro mais interessado nas palavras usadas para contar sua história do que na mensagem que elas possam transportar."
C) Confissão de Lúcio,A- Mário Sá Carneiro
É uma das obras mais importante de Mário de Sá-Carneiro porque contem três das suas obsessões dominantes: o suicídio, o amor pervertido e o anormal avançando até a loucura.O conto narra um triângulo - Lúcio, Marta, Ricardo - onde os estudiosos vêem em Ricardo o outro de Lúcio, e Marta a ponte de ligação entre eles.Apresentada sob a forma de romance policial.
D - Descoberta da América pelos Turcos, A - Jorge Amado Em 1991, nasce mais um livro de Jorge Amado - escrito por encomenda, em função das comemorações do V Centenário do Descobrimento da América É A descoberta da América pelos turcos, definido por seu autor como um "romancinho" sem compromisso, feito para contar vidas de migrantes árabes na Bahia dos coronéis do cacau. O enredo, curto e hilariante, apresenta a história de um casamento arranjado, mas de difícil realização. Ibrahim Jafet, viúvo e pai de três beldades quer casar sua última filha solteira, a severa e mal-ajambrada Adma. Ao pretendente, oferece sociedade no armarinho O Barateiro, estabelecimento de tradição e administração familiar.Tentado por Shitan, o tinhoso dos muçulmanos, e pelo amigo Raduan, o sírio Jamil vai pensar seriamente no negócio: para herdar O Barateiro, faria o sacrifício de se casar com Adma? Escrito com humor desbocado e o enlevo narrativo próprio do autor, A descoberta da América pelos turcos faz um elogio da mestiçagem dos sangues árabe e baiano, em seus elementos de fraternidade, alegria e erotismo.

E) Estorvo -Chico Buarque
Primeiro romance do compositor, aclamado pela crítica como a grande revelação de nossa literatura. Narrado em primeira pessoa, 'Estorvo' se mantém constantemente no limite entre o sonho e a vigília, projeções de um desespero subjetivo e crônica do cotidiano. E o olho mágico que filtra o rosto do visitante misterioso talvez seja a melhor metáfora da visão deformada com que o narrador, e o leitor com ele, seguirá sua odisséia.
F) Filmes Proibidos - Bruna Lombardi
"Um thriller, uma história de amor. Ela brinca com o gênero nesse seu romance, colocando em cena uma personagem narradora de trinta anos que enfrenta todas as barras, das mais pesadas às mais prazerosas, com humor e nonchalance. Escreve com propriedade e poesia, é inteligente e sábia pra caramba. "
H) Hora da Estrela, A - Clarice Lispector
Em A Hora da Estrela, três histórias se entrelaçam : a da vida de Macabéa (personagem principal de um livro que está sendo escrito por um escritor que reflete sobre si e sobre sua própria produção), a do autor do livro que, embora sem rosto definido, se dá a conhecer nos comentários que faz; e ainda a estória do próprio ato de escrever.""O enredo escrito pelo autor conta a história de Macabéa, proveniente de um meio rude, órfã de pai e mãe, criada a pancadas pela tia [...] De índole passiva, torna-se presa fácil dos mitos e produtos da indústria cultural. Admira as grandes estrelas do cinema e sente-se fascinada pelos anúncios publicitários. [...] A história de Macabéa se resume à sobrevivência quase inumana, pois, para tudo o que sente e deseja, não dispõe de palavras para expressar
L) Love Story- Erich Segal
Sem sinopse

M) Memória de Minhas Putas Tristes - Gabriel García Márquez
Primeira obra de ficção de Gabriel Garcia Márquez em dez anos é uma jóia narrativa. Um conto de fadas: sentimental, implacável, sábio e irônico.Ao revelar a história de um velho jornalista que decide comemorar seus noventa anos com uma noite de amor com uma jovem virgem, Garcia Márquez constrói um hino de louvor à vida e, por extensão, ao amor, já que um não existe sem o outro no imaginário do Prêmio Nobel de Literatura de 1982.
P) Piano,O - Jane Champion
O piano retrata a sofrida trajetória de "Ada McGrath", uma mulher que não fala desde os seis anos de idade e se muda para a Nova Zelândia recém-colonizada. Em companhia da filha, ela conhece seu futuro marido, com o qual não se simpatiza. Para piorar a situação, o noivo, "Alisdair Stewart", recusa-se a transportar o piano de Ada, que é sua maior paixão. Porém, o administrador "George Baines", imediatamente interessado na mulher, adquire o instrumento e promete devolvê-lo caso ela lhe ensinasse a tocá-lo. Com o tempo, as tais aulas de piano vão se tornando encontros sexuais e os dois acabam descobrindo o verdadeiro amor.espero que agrade, o filme é premiadíssimo! é mto intenso! abraços é um prazer participar
R) - Romance As Mulheres de Tijucopapo, Marilene Felinto -Aclamado romance que marcou a estréia da autora na literatura. Narra a viagem de retorno de Rísia à terra onde sua mãe nasceu, a lendária Tijucopapo. No trajeto, ela relembra sua infância. Reparem, não se deixem impressionar pelas primeiras páginas. O livro é bom, instigante, diferente. Resume numa única personagem a trajetória de várias nordestinas.
Pitaco de Regina: aproveitem para conhecer a história das mulheres de Tejucupapo

S -
Silêncio dos Amantes, O - Lya Luft
V) Viajante e Sua Sombra, O - Nietzsche
Viajante e sua sombra é a história de um poeta, filósofo e observador, que segue as trilhas do mundo interior e exterior, monitorado por uma sombra, ora o viajante a segue, ora é ela que o acompanha. Nesta obra o autor se emprenha em uma luta contra a “Moral da auto-renuncia”, fazendo críticas literárias, artísticas, filosóficas e também políticas, mesclando os mais diversos assuntos em pequenas sessões.